Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Custo de Vida de janeiro/17 sobe 0,97% em João Pessoa

Notícias

Custo de Vida de janeiro/17 sobe 0,97% em João Pessoa

O Instituto de Desenvolvimento Municipal e Estadual – IDEME - informa que o Índice de Preços ao Consumidor (Custo de Vida) da cidade de João Pessoa subiu em média 0,97% no mês de janeiro/2017...

O Instituto de Desenvolvimento Municipal e Estadual – IDEME - informa que o Índice de Preços ao Consumidor (Custo de Vida) da cidade de João Pessoa subiu em média 0,97% no mês de janeiro/2017 em relação a dezembro, ficando o acumulado nos últimos doze meses em 14,23%. No mesmo período de 2016 o aumento foi de 1,79% e o acumulado anual atingiu a 12,88%.

 

DESEMPENHO DOS GRUPOS

Alimentação: Apresentou acréscimo de 1,86% neste mês de janeiro influenciado principalmente pelos aumentos de preços ocorridos nos itens: sal e condimentos (7,62%), óleos e gorduras (7,07%), alimentação fora (6,31%), tubérculos e raízes leguminosas (4,81%), farinhas, féculas e massas (3,63%), bebidas não alcoólicas e infusões (2,65%), frutas (2,09%) e hortaliças e verduras (1,17%). Os itens que apresentaram maiores quedas de preços foram: aves e ovos (2,70%), cereais (1,65%), pescado (1,41%), carnes frescas e vísceras (1,27%) e enlatados e conservas (1,10%).

Serviços Pessoais: Subiu em média 2,63% em janeiro, devido aos acréscimos de preços médios ocorridos nos itens: recreação (5,88%), fumo e álcool (5,21%) e educação (1,29%).

Artigos de Residência: Neste grupo o aumento foi de 2,21% impulsionado pelos aumentos de preços médios verificadas nos itens: tv e som (8,19%), eletrodomésticos e equipamentos (5,44%), e artigos de cama, mesa e banho (5,32%).

Saúde e Cuidados Pessoais: Neste grupo houve aumento em janeiro de 1,13%. Foram registrados aumentos de preços médios nos itens: serviços médicos (2,68%), produtos farmacêuticos (2,44%) e higiene e cuidados pessoais (1,15%)

Habitação: Registrou aumento de 0,67% com maiores elevações de preços médios nos itens: reparos (2,80%) e aluguel, condomínio e impostos (0,58%).

Transporte e Comunicação: Apresentou variação negativa de 1,19% influenciada pelos decréscimos de preços registrados no item veículo próprio (1,54%).

Vestuário: Este grupo registrou uma queda de 0,99% pressionada pelo item roupa de mulher que caiu em média 3,76%, embora tenham sido registrados aumentos nos itens: roupa de homem (10,30%) e calçados e bolsas (7,47%). 

fonte: Ideme

 

Voltar para o topo
Instituto de Desenvolvimento Municipal e Estadual – IDEME